Grande parte das pessoas já esteve diante de um momento de desânimo, falta de energia e incerteza em relação ao futuro. É uma situação bem desagradável que pode afetar seus relacionamentos, sua vida profissional e até a sua saúde. Para vencer o desânimo, é preciso entender as suas causas e adotar alguns hábitos que podem melhorar a sua qualidade de vida. Se você quer saber sobre o que causa o desânimo e quais são as estratégias para vencer o problema, leia este artigo até o final. Aqui, vamos dar seis dicas bem práticas para você ter mais disposição e enxergar a vida de outra forma.

Está preparado? Boa leitura!

 

Hábitos que podem causar desânimo


Por diversas vezes, nos vemos desanimados diante de alguma situação sem mesmo entender o porquê. O que geralmente não sabemos é que alguns hábitos que adotamos costumam afetar diretamente a forma que enxergamos o mundo. Confira abaixo alguns desses comportamentos:
 

  • não se planejar: quando deixamos as coisas soltas, temos a impressão de que nunca vamos conseguir realizar nada. Por isso, planeje todas as suas atividades e siga um cronograma;
  • falta de metas: se você não tem definido aonde quer chegar, fica difícil tomar decisões e, dessa forma, acaba ficando desmotivado para seguir em frente;
  • se colocar no centro do universo: um erro muito comum é achar que apenas os próprios problemas importam, desconsiderando as pessoas a sua volta;
  • reclamar em excesso: quando gastamos muito tempo reclamando, dificilmente conseguimos enxergar algo positivo e esse é um dos fatores que colaboram com o desânimo;
  • não reconhecer as conquistas: isso é bem comum em quem costuma reclamar, pois a pessoa se torna tão negativa que não consegue perceber quanta coisa boa já realizou.

 

6 dicas para vencer o desânimo


Como vimos, existem diversas causas para esse problema e, por isso, abaixo vamos listar algumas dicas para vencer o desânimo. 


1. Estabeleça metas

Uma boa forma de driblar o desânimo é estabelecer metas. O ideal é propor uma meta maior e pequenos passos para alcançá-la, diluídos em períodos menores. Dessa forma, você vai ter a impressão de que o objetivo se tornou mais palpável.


2. Registre seus resultados

Além de se planejar e estabelecer objetivos, não se esqueça de registrar cada pequeno resultado, por menor que seja. Essa medida vai fazer com que você se sinta mais ativo e mais próximo da meta.


3. Compartilhe seus problemas

Quando nos fechamos, costumamos achar que o nosso problema é maior do que realmente é. Nesse caso, a dica é procurar conversar com amigos, colegas e, em alguns casos, com um psicólogo sobre as coisas que estão incomodando. Ver outras realidades e contar com outras opiniões pode fazer com que você lide melhor com o desânimo. Outra coisa que pode aliviá-lo é ajudar outras pessoas, pois isso contribui para esquecer do seu caso e pensar no bem do próximo.


4. Tire um tempo para descansar

Uma das causas para o desânimo pode ser o cansaço físico e emocional. Então, não deixe de tirar um tempo para relaxar! Você pode procurar um hobby motivante, encontrar amigos, aprender uma coisa nova — tudo o que for válido para se distrair e aliviar o estresse. Não se esqueça de dormir bem (por volta de 8h), pois uma boa noite de sono é revigorante e faz com que você se sinta com mais energia no dia seguinte.


5. Se alimente bem

A comida é responsável por uma série de reações químicas no corpo e, por isso, escolher bem os alimentos é fundamental. Procure optar por uma alimentação mais saudável, livre de açúcar e conservantes e não exagere nas bebidas alcoólicas.


6. Pratique exercícios físicos

Praticar atividade física traz benefícios e ajuda a liberar diversos hormônios do corpo, dentre eles a endorfina, que é responsável, dentre outras coisas, pela sensação de bem-estar. Por isso, pratique alguma atividade física que você goste pelo menos três vezes por semana. Sentir-se desmotivado diante de alguma situação é perfeitamente aceitável, o importante é não deixar o problema maior e sim adotar hábitos que possam vencer o desânimo.


E aí, o que achou do post? Compartilhe com seus amigos em suas redes sociais!