Alimentar-se de forma saudável e equilibrada é um dos maiores objetivos de quem busca por mais saúde e qualidade de vida. E não é difícil imaginar por quê: é por meio da alimentação que fornecemos ao nosso corpo os nutrientes que ele precisa para realizar todas as funções que nos mantêm vivos.


Quando não nos alimentamos bem, estamos mais propensos a desenvolver doenças, nos tornamos mais estressados e acabamos, também, tendo mais dificuldade para incorporar outros hábitos saudáveis em nossa vida.

Assim, reaprender a lidar com os alimentos é muito importante. Por isso, neste post, damos dicas para que você saiba como começar uma reeducação alimentar. Confira!


Trace metas realistas e comece devagar


Quando falamos em reeducação, estamos falando em um processo de aprendizagem. É preciso abrir mão de hábitos antigos, mudar determinadas atitudes, introduzir novos alimentos e muito mais. Por isso, seja realista: não comece a reeducação alimentar hoje e espere ser uma pessoa totalmente saudável em um mês.

Trace pequenas metas, como diminuir a quantidade de industrializados, beber mais água, comer mais vegetais e assim por diante. Dessa forma, é possível atingir as metas com mais facilidade e ter motivação para continuar.

Além disso, começar devagar faz que o seu corpo tenha mais facilidade para se adaptar e aceitar as mudanças. E isso evita que você desista.
 

Organize-se


Estar preparado para cumprir as metas traçadas faz toda a diferença. Com a rotina puxada, nem sempre ha tempo para cozinhar todos os dias, preparar o alimento na hora da refeição e atividades similares.

Com isso, as opções mais rápidas — geralmente industrializados ricos em açúcares e gorduras de má qualidade — acabam entrando na dieta. Para que isso não aconteça, é preciso ter organização. Separe um dia da semana para comprar os alimentos que quer consumir e preparar as refeições.

Higienize os alimentos como folhas e frutas, que podem ser armazenados na geladeira, cozinhe as opções que não podem ser consumidas em seu estado natural, separe as quantidades adequadas e, caso não tenha tempo nenhum durante a semana, vale a pena deixar as marmitas prontas no congelador.


Faça pequenas substituições


Depois de determinar suas metas e pensar na melhor maneira de se organizar, é preciso pensar nos alimentos que farão parte da nova rotina alimentar e naqueles que devem ser evitados. Tenha calma e não seja radical. Comece com pequenas substituições:

  • troque massas, pães, grãos e farinhas refinados por suas versões integrais;
  • substitua bebidas com adição de açúcares por sucos naturais;
  • coma frutas no lugar das sobremesas convencionais;
  • troque os lanches industrializados por oleaginosas e frutas secas, por exemplo.
     

Para quem gosta de experimentar, é possível encontrar várias receitas práticas na internet, como panquecas de aveia (no lugar da farinha), cookies com banana, pães de farinhas de castanhas e muito mais.


Quando fazemos essas trocas, conseguimos, ao mesmo tempo, introduzir alimentos saudáveis e diminuir a quantidade de itens sem valor nutricional que consumimos.


Coma comida de verdade


Comer comida de verdade é a chave para o sucesso de uma alimentação saudável. Dê preferência para alimentos naturais e que não sofreram profundo processo de industrialização. Entre as opções estão:

  • frutas;
  • legumes;
  • verduras;
  • ovos;
  • castanhas;
  • grãos integrais;
  • azeite de oliva;
  • carnes de boa qualidade.
     

Além disso, evite os alimentos cheios de ingredientes que sequer conhecemos o nome, como corantes, estabilizantes e conservantes. Diminua o consumo de industrializados ricos em gordura hidrogenada e com adição de açúcares.
 

Sempre que possível, prepare as refeições em casa. Dessa forma, você garante que todos os ingredientes são de qualidade e que o preparo é saudável. Uma ótima dica é: descasque mais e desembale menos.


A reeducação alimentar é um processo gradual, que pode ser muito prazeroso. Quando nos alimentamos melhor, sentimos a mudança no corpo: mais disposição, melhora no humor e no sono, e muito mais saúde. Ganhamos, ainda, a oportunidade de conhecer novos sabores. Não é maravilhoso?


Agora que você já sabe como começar uma reeducação alimentar, não deixe de acompanhar nossas redes sociais para ficar por dentro de todas as nossas dicas! Estamos no Facebook, no Instagram e no YouTube!