Você sabe o que é hipertrofia muscular? Se você pratica atividade física e frequenta academia, certamente já sabe ou tem noção do que seja esse processo, não é mesmo? Podemos dizer, de maneira geral, que hipertrofia é o crescimento dos músculos por meio dos exercícios adequados. Entretanto, esse é um fenômeno completo que envolve uma série de princípios para que o objetivo principal — ganhar músculos — seja alcançado.

Ficou interessado no assunto e quer entender melhor o que é hipertrofia muscular e como alcançá-la? Leia este artigo até o final, entenda o mecanismo de crescimento muscular e saiba como ele funciona para homens e mulheres!
 

O que é hipertrofia muscular?

Para que haja hipertrofia muscular é preciso que as células musculares sofram pequenas lesões a partir dos estímulos oferecidos pelos exercícios, sobretudo quando feitos com pesos. A partir daí, em um processo natural, essas células iniciam sua recuperação e aumentam de tamanho.

Com o tempo, os músculos do corpo começam a ganhar volume e formas esteticamente mais agradáveis. Assim, o treino de hipertrofia pode ser considerado um fenômeno adaptativo, pois cada vez que as fibras musculares se regeneram, tornam-se mais fortes, maiores e mais resistentes.

Por essa razão, os exercícios mais indicados para o ganho de músculos são aqueles que visam aumento de força e resistência. Mais do que benefícios estéticos, a hipertrofia muscular tem como pontos positivos a aceleração do metabolismo, fortalecimento de articulações ossos, preparação de atletas — com o intuito de evitar lesões — e também garante um envelhecimento saudável.


Quais os princípios básicos para o treinamento?

Para que o crescimento muscular — por meio dos treinos de hipertrofia — ocorra da maneira esperada, é preciso dar atenção a alguns fatores como:

  • treino: para que haja a hipertrofia é preciso um treino específico, individual e consistente para estimulação das fibras;
  • periodização: é uma forma de divisão do treino em etapas menores para alcançar um objetivo maior, a longo prazo. É indicado para de evitar o efeito platô, caracterizado pela estagnação dos resultados;
  • tempo de descanso: o aumento dos músculos se inicia por volta de 24h a 48h após o exercício. Por isso é importante descansar os músculos nesse período. Boas noites de sono também são benéficas e ajudam na regeneração;
  • acompanhamento profissional: somente um professor especializado pode identificar as suas limitações, pensar treinos de acordo com seus objetivos e acompanhar os resultados de uma forma segura. 
  • alimentação:  para se regenerar e evitar lesões, o músculo precisa de energia suficiente proveniente sobretudo de proteínas magras, carboidratos complexos e gorduras boas;


Qual a diferença entre os treinos de homens e mulheres?

O treino masculino e feminino pode variar. Sabemos que a quantidade de massa muscular varia para homens e mulheres. Essa é uma característica evolutiva, uma vez que o corpo da mulher — ao longo da existência — é preparado para ter filhos e, por isso, precisa de mais gordura, enquanto o homem desde sempre recrutou mais os músculos para sobrevivência.

Além disso, existem diferenças hormonais relevantes entre os dois sexos. O homem possui altos níveis de testosterona — hormônio responsável pelo crescimento muscular. A mulher possui taxas bem menores, o que dificulta a hipertrofia. Também possuem grande quantidade estrogênio e progesterona, hormônios ligados à reprodução que aumentam a retenção hídrica e favorecem o acúmulo de gordura.


A hipertrofia funciona da mesma forma para homens e mulheres?

Apesar de cada gênero ter suas próprias características fisiológicas, homens e mulheres podem ter resultados semelhantes com o treino. Entretanto, o ganho muscular vai depender da prescrição específica de dieta e treinos, de acordo com as condições físicas e metas estipuladas por cada um.

De modo geral, podemos dizer que a hipertrofia muscular é um processo que demanda tempo, dedicação e orientação adequada para que os exercícios sejam feitos de maneira segura e eficiente.

E aí, gostou desse artigo? Então, assine nossa newsletter para ficar por dentro do universo fitness e receber várias dicas de musculação!