Segundo a OMS, o Brasil é o país com o maior número de casos de depressão em toda a América Latina. O dado alarmante de mais de 11 milhões de pessoas sofrendo do distúrbio assusta, e por isso, a procura por alternativas que ajudem no combate ao sintoma se torna algo necessário. Você sabia que as atividades físicas podem ser um aliado na hora de combater a depressão? Confira nesse texto 6 exemplos de exercícios e como eles podem ajudar o depressivo a vencer o distúrbio.

Caminhada: um exercício simples, mas de grande valor para a saúde do seu corpo e de seu psicológico. As caminhadas ajudam no combate à depressão de forma eficiente, já que podem tanto servir como um primeiro passo para a prática de outras atividades quanto como uma maneira para livrar você de um dos grandes vilões da saúde mental: o sedentarismo. Ah, e você pode praticar a atividade levando um bichinho passear também, deixando a rotina de caminhada ainda mais agradável!

Corrida: as corridas são extremamente indicadas porque, além de impedirem o sedentarismo, fazem com que seu cérebro produza substâncias químicas como a endorfina, que ajuda na saúde mental e provoca euforia. Correndo de 20 a 30 minutos durante alguns dias da semana, você com certeza estará dando um passo importante contra o mal do século.

Musculação: por exigir bastante atenção e concentração, a musculação é perfeita no combate à melancolia. Segundo pesquisas, ela atenua os efeitos da depressão e ainda garante muita saúde para quem pratica. Ah, mas lembre-se de pegar leve na intensidade para acostumar-se aos poucos e evitar a síndrome do overtraining, que você pode saber mais clicando aqui.

Bicicleta: se você não é do time da musculação, a bike pode cair como uma luva em sua rotina de exercícios. Pedalar evita o sedentarismo, melhora o condicionamento físico, previne doenças e faz com que você observe melhor o mundo ao seu redor.

Yoga: uma forma bem criativa e diferenciada de se exercitar, ter mais saúde e ainda dar um passo importante no combate à depressão é a prática da yoga. Com ela, você consegue combater um dos maiores males da depressão: a ansiedade. Isso acontece porque a yoga faz com que você se concentre mais, preste atenção na própria respiração e melhore o equilíbrio do corpo e da mente.

Pule: sim! Pular é um exercício intenso e saudável que ajuda muuuito com a liberação de endorfina, além de ser divertido e bem simples de se fazer. Por isso, pule uma corda ou até mesmo em uma cama elástica. A garantia de mais saúde e diversão é fato!

 

Estima-se que 12% dos casos de depressão poderiam ser evitados com a prática de exercícios feita regularmente (ao menos duas vezes por semana). Apesar do número não parecer tão alto, ele significa cerca de 1 milhão de pessoas só no Brasil. Agora ficou bem mais evidente a importância dos exercícios, não é mesmo?
 

E que tal começar essa rotina saudável aqui na Performa? Temos diversas modalidades que podem auxiliar você a encontrar a atividade que mais lhe fará bem, tanto psicologicamente quanto fisicamente. Clique aqui e saiba mais sobre todos os nossos treinos!