A adolescência é um período de intensas descobertas e transformações. Há uma significativa mudança corporal no indivíduo, o que resulta em maior interesse e cuidado com a forma física. Assim, muitos jovens começam a buscar academias como maneira de encontrar o corpo ideal, mais aceitação e saúde. No entanto, essa busca acaba despertando a dúvida de muitos pais, que não sabem ao certo se a musculação para jovens é realmente benéfica.

Para esclarecer as dúvidas em relação à prática de atividade física para jovens, neste artigo, vamos explicar como devem ser feitas, quais os benefícios e quais os cuidados devem ser tomados para evitar lesões. Continue a leitura e confira!
 

É recomendado treinar desde muito jovem?

Existem muitos mitos em torno do início da prática da musculação por adolescentes, como o de que a modalidade impede o crescimento, atrapalha o desenvolvimento do corpo ou pode causar lesões nos ossos e músculos. No entanto, é justamente o contrário: os jovens podem sim começar a treinar cedo, o que pode ser extremamente benéfico para o desenvolvimento tanto físico quanto social.

Nesse sentido, outro questionamento comum é sobre a idade mais indicada para o início dos treinos de hipertrofia. A verdade é que isso vai depender de uma série de fatores, pois não existe uma idade ideal para que o jovem comece a frequentar a academia.

É comum que seja recomendado que as meninas iniciem na musculação após a primeira menstruação e meninos após o chamado estirão de crescimento (fase na qual o jovem pode crescer muitos centímetros em um período curto).

Além disso, é preciso observar a maturidade muscular, que varia de pessoa para pessoa e também considerar se esse jovem já praticava algum tipo de atividade, como dança, futebol, natação, dentre outras modalidades. Em todos os casos é fundamental consultar um médico e fazer uma avaliação com o profissional de educação física para que eles atestem a aptidão para a prática.
 

Quais são os exercícios mais indicados?

Existe uma série de atividades físicas que, quando feitas com acompanhamento profissional e levando em conta gostos pessoais e objetivos, são benéficas para o corpo. No caso dos jovens, quase todas as atividades são recomendadas, desde que respeitando os limites e a intensidade.

A musculação é uma ótima alternativa para quem busca o ganho de massa magra e, ao mesmo tempo, emagrecimento. Nessa atividade, é possível instruir o jovem e estimular que ele se conheça melhor. Entretanto, para que essa modalidade apresente vantagens para o corpo dos adolescentes, é preciso começar aos poucos.

O recomendado, para quem nunca praticou esportes de forma profissional, é iniciar os treinos com exercícios sem cargas, apenas utilizando o peso do próprio corpo. Com esses movimentos, o aluno poderá ganhar mais flexibilidade, força muscular e resistência, além de se manter alongado. Com a evolução dos treinos, cargas leves podem ser adicionadas aos poucos, levando em conta a evolução e a resposta aos estímulos.

É importante que o roteiro de exercícios do jovem seja alternado. É possível mesclar, por exemplo, com atividades aeróbicas, que também são excelentes para a queima de gordura. Para quem não quer ou não gosta de focar apenas na musculação, modalidades de aulas coletivas, como dança ou treino funcional,estimulam a sociabilidade e aliviam o estresse.


Quais são os principais benefícios da musculação para jovens?

A atividade física em si é benéfica tanto no que diz respeito a aspectos físicos — como ganho de músculos, emagrecimento e saúde —, quanto nos aspectos mentais, pois alivia o estresse. Para os jovens, apesar das dúvidas e mitos existentes, a musculação tem como principais benefícios:

  • ganho de força e resistência muscular;

  • aumento da densidade óssea, ou seja, mais rigidez graças à maior concentração de cálcio;

  • emagrecimento, devido à redução da gordura corporal e ganho de massa magra;

  • redução do risco de desenvolver obesidade no futuro;

  • redução da pressão arterial em jovens hipertensos;

  • prevenção de problemas cardiorrespiratórios;

  • aumento do condicionamento físico;

  • melhora da circulação sanguínea;

  • fortalecimento de ossos, articulações e músculos;

  • melhora da concentração para desenvolver outras atividades;

  • aumento da autoestima, pois passa a cuidar do corpo e se ver de outra maneira;

  • melhora na qualidade do sono;

  • diminuição do estresse, ansiedade e dos problemas relacionados à aceitação, sobretudo na escola;

  • socialização com outros jovens com objetivo semelhante.
     

Por que é importante ter um acompanhamento profissional?

O aparecimento de lesões — traumas sofridos pelas células musculares — é um processo normal e necessário para o crescimento dos músculos. No entanto, quando essa lesão é muito grande ou demora a curar, pode ser um problema maior, que exige tratamento e repouso. Na maioria das vezes, as lesões podem ser evitadas com um acompanhamento profissional adequado.

No caso da musculação para jovens, muitas vezes as lesões surgem por falta de conhecimento dos exercícios e até mesmo por competições pela maior carga com os amigos, o que torna a presença do instrutor capacitado ainda mais importante.

Mais do que prescrever exercícios adequados e ajudar em sua execução correta, evitando a chance de se machucar, o professor de educação física é capaz de avaliar as condições físicas do aluno e indicar qual é a melhor atividade para o seu perfil, levando em conta as suas particularidades, condições corporais e perfil.

O professor pode acompanhar o jovem, ajudar a encontrar um objetivo e monitorar, por meio de avaliações físicas, a evolução dos resultados do treinamento. Outra vantagem de poder contar com acompanhamento profissional é que o instrutor será uma fonte de motivação, confiança e inspiração para o jovem.

Viu só como a musculação para jovens apresenta inúmeros benefícios? Eles vão muito além da questão estética, promovendo um aumento na qualidade de vida e bem-estar do indivíduo. Para que os jovens não errem na hora de se exercitar, é importante buscar uma academia de qualidade, que ofereça a estrutura adequada para a prática segura de atividade física e nunca iniciar exercícios sem a orientação profissional.

Quer saber mais sobre como são feitos os treinos para adolescentes e jovens? Entre em contato conosco e tire suas dúvidas!