Já é comprovado: a prática de atividade física traz diversos benefícios físicos e mentais. Para ter a motivação necessária para manter-se ativo, é preciso encontrar algo com o qual você realmente se identifique.


Se você gosta de atividades que estimulam um estilo de vida saudável e que, mais do que trabalhar o corpo, proporcionam uma sensação de bem-estar e relaxamento, a Power Yoga pode ser o exercício ideal para você!


Ficou interessado? Então, leia este artigo até o final! Vamos explicar o que é essa modalidade, como surgiu e de que forma ela se diferencia da Yoga tradicional. Além disso, você também vai saber quais são os benefícios dessa prática para o corpo. Vamos lá?


O que é Power Yoga?


A Power Yoga é uma variação da Yoga tradicional que se popularizou rapidamente no ocidente, pois aliou as necessidades dos interessados na prática milenar e os aspectos físicos do exercício, deixando de ser unicamente voltada para o lado espiritual.


Basicamente, podemos dizer que a Power Yoga é composta por asanas (posturas) executadas de uma forma mais rápida, apresentando séries diferentes, especificamente criadas pelo professor — que deve ser capacitado para ministrar aulas.


Com o objetivo de proporcionar um trabalho muscular aliado ao aeróbico, levando também em conta a respiração, essa modalidade é caracterizada pelo dinamismo e pela concentração — assim como sua vertente mais tradicional. Suas sequências são dinâmicas, fortes e conectadas.


Como surgiu essa modalidade?


A Yoga tradicional surgiu na Índia há, pelo menos, 5 mil anos. Já a Power Yoga — que também pode ser conhecida como Vinyasa Yoga, Core Power Yoga ou Power Vinyasa — surgiu da junção de dois outros estilos: o Iyengar Yoga e Ashtanga Vinyasa Yoga.  


Essa modalidade foi criada nos Estados Unidos no início dos anos 1990 por Bender Birch com o intuito de gerar tônus muscular e fortalecer a alma. Apesar das diferenças, a ideia é que ela não se dissocie completamente da filosofia yougue tradicional.


O nome Power (que, em português, pode ser entendido como "força" ou "poder") foi dado para diferenciar dos modelos já existentes e dar a ideia de fortalecimento dos músculos. No Brasil, a Power Yoga começou mais recentemente em estúdios de Yoga e, posteriormente, nas academias de ginástica.


Atualmente, já é possível fazer as aulas em algumas partes do país, sobretudo nas grandes cidades. No entanto, devido à baixa procura, são escassas as academias que oferecem esse tipo de atividade.


Quais são as diferenças em relação à Yoga comum?


Assim como os outros sistemas de Yoga (vale lembrar que existem mais de 100 variações), a Power Yoga tem como objetivo promover o autoconhecimento por meio das posturas (asanas) e dos exercícios respiratórios (pranayamas).


Ambos são ferramentas utilizadas para trabalhar o corpo, do ponto de vista físico, expandido a visão interior do indivíduo. No entanto, como já adiantamos neste artigo, a ideia dessa atividade é tornar os movimentos tradicionais mais intensos, exigindo um maior esforço do corpo humano.


Aqui, a intensidade e a velocidade são elementos marcantes, eliminando a necessidade das séries fixas. Também é importante destacar que o tempo de permanência em cada movimento é menor do que no Hatha, tornando a aula mais fluida e rítmica — já que as posturas chegam a formar coreografias.


Uma aula de Power Yoga tem uma duração média de 45 minutos a 1 hora. Ela começa com um momento chamado de equalização, que é quando o instrutor estabelece a sintonia com os alunos. Em seguida, dá-se início à fase de auto-observação, respiração consciente e aquietamento interior.


Após esse momento de relaxamento e conexão interior, a aula segue com a execução das posições que envolvem força, equilíbrio, flexibilidade e concentração. Vale destacar que cada um dos movimentos é apresentado e descrito pelo professor, seguindo uma cronologia lógica e respeitando os limites físicos e o tempo de cada aluno.


Ao final da aula, há um momento chamado de Yoga Nidra, no qual os alunos passam por um momento de relaxamento profundo de, aproximadamente, 10 minutos.


Quem pode praticar?


Embora seja uma prática que demanda força física, a Power Yoga se adapta ao nível de condicionamento de qualquer pessoa. Ou seja, ela pode ser praticada por todos os interessados, desde praticantes de alguma modalidade de Yoga até aqueles que nunca ouviram falar nela.


Isso se deve a um dos seus diferenciais: a aula pode ser modificada visando a inclusão de qualquer indivíduo, estimulando a coragem, a confiança, o respeito e a motivação entre os praticantes. Ela é indicada sobretudo para pessoas que se identificam com a filosofia mas que desejam associá-la à queima calórica e à definição muscular.


No entanto, o aluno precisa ter consciência do esforço físico exigido e de suas próprias limitações. Em casos em que o aluno possui algum fator limitante — como uma doença crônica, por exemplo —, é preciso que haja uma liberação médica.


Vale destacar que, apesar de não existirem contraindicações, a prática sempre deve ser orientada por um instrutor capacitado para evitar riscos de lesões devido aos movimentos incorretos.


Quais são os principais benefícios para o corpo?


Graças à versatilidade das aulas e ao esforço utilizado na realização dos movimentos, a prática regular (cerca de 2 ou 3 vezes por semana) de Power Yoga apresenta diversos benefícios para corpo e para a mente: Ela é capaz de:
 

  • melhorar a capacidade cardiorrespiratória;
  • dar mais agilidade aos movimentos e à coordenação motora;
  • melhorar o tônus muscular, o alongamento e a elasticidade;
  • tornar o sistema nervoso mais calmo, tranquilo e harmonioso;
  • reduzir sintomas do estresse e da ansiedade;
  • melhorar a forma física, graças à definição muscular e à perda de gordura;
  • aumentar a capacidade respiratória e de concentração;
  • aumentar a flexibilidade, o condicionamento físico e a força;
  • diminuir as dores devido ao aumento da produção de endorfina;
  • melhorar o sistema imunológico;
  • fortalecer tendões e articulações;
  • normalizar as funções de algumas glândulas;
  • aprimorar a capacidade da memória;
  • auxiliar no combate à depressão, ao desânimo e às compulsões;
  • normalizar a pressão arterial;
  • melhorar quadros de fibromialgia;
  • ajudar a lidar melhor com a pressão no trabalho;
  • intensificar a desintoxicação orgânica.


Além disso, a Power Yoga promove uma melhora na consciência como um todo, pois, diferentemente das outras atividades, ela tem a capacidade de relaxar o praticante durante as aulas, deixando a sensação de leveza.


Na Performa Academia, as aulas são realizadas em um ambiente apropriado, que proporciona melhor o aproveitamento de todos esses benefícios. Com o espaço preparado para o clima da aula — com velas, luzes e incensos —, cada aluno tem a atenção adequada para a execução correta dos movimentos.


E então, o que achou de conhecer mais sobre a Power Yoga? Se você não quer perder nenhuma dica como essa, assine a nossa newsletter e receba nossos conteúdos em primeira mão!