O ato de correr está entre as atividades mais antigas realizadas pelo ser humano. Colocar o corpo em movimento auxilia em diversas ações, sejam utilitárias ou simplesmente por diversão. Quando crianças, o pega-pega nos ensina que quanto mais rápido corrermos, menos chances de sermos pegos. Na vida adulta, já agitada por si só, muitas vezes a corrida torna-se parte do fluxo do dia a dia: correr para pegar o ônibus, correr para entregar uma tarefa, correr para voltar logo para casa. Mas, além de tudo isso, correr é uma das atividades físicas mais benéficas para a nossa saúde e, segundo descobertas recentes, também para nossas células cerebrais.

 

Quem é adepto do exercício, geralmente comenta como a mente fica mais “limpa” ou os pensamentos mais “organizados” após uma boa corrida. Há pelos menos 30 anos, pesquisadores da área da neurociência têm buscado evidências que comprovem, cientificamente, a ligação entre a melhora do sistema cognitivo e a prática de exercícios. Nós mostramos a você os resultados.

 

Benefícios para as células cerebrais

Um estudo realizado pelo psicólogo Stanley J. Colcombe, da Universidade de Illinois, examinou a influência de atividades físicas em mudanças significativas na estrutura cerebral de 59 pessoas saudáveis, porém sedentárias, com idade entre 60 e 79 anos. Os resultados mostraram que, depois dos treinos, mesmo aqueles realizados em um período relativamente curto, células cerebrais já danificadas foram restauradas a partir da atividade.

Outro estudo, publicado pela National Center for Biotechnology Information, registrou que, após a realização de corridas, os participantes da pesquisa tiveram um aumento de fluxo sanguíneo no lobo frontal, área associada à concentração, atenção e foco e responsável por auxiliar na tomada e gerenciamento de decisões.  Além disso, um relatório publicado pelo International Journal of Sport and Exercise Psychology observou melhoras no humor de pessoas que se submeteram à prática de atividades físicas regulares, incluindo a corrida.

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), correr também melhora o condicionamento muscular e cardiorrespiratório; aumenta a saúde óssea e funcional; e reduz o risco de males como hipertensão, doença cardíaca coronária, AVC, diabetes e câncer de cólon. Isso tudo além de ser uma das práticas fundamentais para o balanço energético e o controle do peso. Ainda segundo a OMS, a falta de atividades físicas similares à corrida está entre o quarto principal fator de risco de mortalidade global, e provoca 6% de todas as mortes no mundo, sendo superada apenas por problemas como pressão alta e consumo de cigarro. Muitos motivos para começar a correr, certo?

 

Inclua a corrida na sua rotina

A falta de atividade física na rotina das pessoas é uma realidade cada vez mais presente. Devido ao ritmo acelerado do dia a dia, junto com hábitos cada vez mais ligados a atividades em frente a aparelhos móveis e computadores, movimentar-se não está mais entre as prioridades da sociedade atual. Isso acarreta o aumento do impacto de doenças crônicas, aumenta o risco de morte e obesidade e nos coloca mais um passo rumo ao sedentarismo.

 

Por isso, é essencial para uma boa saúde manter uma prática constante de exercícios, seja a partir de corridas ou com outros tipos de treinos. Pensando nisso, a Performa quer aproximar ainda mais as pessoas do seu propósito. Por isso, convidamos você a treinar durante uma semana conosco, de forma totalmente gratuita, e começar de vez a mudar a sua vida. Clique aqui e vem ser Performa!