Com a chegada do frio, além das gripes e resfriados, outro problema recorrente na época do inverno atinge muitas pessoas, e traz dúvidas sobre suas causas e tratamentos: as cãibras. Imprevisíveis, elas ocorrem quando menos se espera, manifestando-se por meio de uma dor intensa, provocada por contrações involuntárias de um ou mais músculos e podendo durar muito ou pouco tempo. Essas contrações involuntárias podem surgir após um exercício físico intenso, refeições exageradas ou até mesmo enquanto dormimos. Além da panturrilha, parte do corpo mais recorrente a sofrer com as cãibras, as repuxadas também podem ocorrer nas coxas, pés, mãos, pescoço e até abdômen.

 

E no inverno, o problema tende a piorar. Isso porque, nos dias frios, as baixas temperaturas tendem a provocar a chamada constrição vascular, prejudicando a circulação do corpo. Com as terminações nervosas mais sensíveis, o organismo manifesta o problema a partir da contração dos músculos, causando a dor.

 

Por que temos cãibras?

Na maioria dos casos, é difícil prever quando uma contração muscular vai acontecer. Mas geralmente as cãibras carregam consigo uma causa, que pode estar ligada à prática incorreta de atividades físicas, má alimentação, falta de nutrientes essenciais ao corpo, etc. A seguir, listamos algumas causas desse mal e como é possível preveni-lo. Confira.

 

Uso exagerado dos músculos: geralmente são as cãibras sentidas pelos atletas, que praticam exercícios de forma intensa, muitas vezes sobrecarregando os músculos. Outro fator pode ser a ocorrência de trabalhos ou atividades repetitivas com os músculos, como escrever, digitar ou trabalhar em uma mesma posição durante muito tempo.


Como prevenir: a melhor prática, nesses casos, é a do alongamento, que deve ser realizada antes ou depois da atividade prolongada. Se as cãibras ocorrem à noite, a dica é realizar o alongamento dos músculos antes de dormir. Pequenas pausas durante o trabalho para alongar braços e pernas também são uma ótima ideia para evitar dores no futuro.


Desidratação: o consumo de água ajuda no processo de contração dos músculos e no relaxamento das fibras musculares e dos tendões. Principalmente no inverno, a hidratação é fundamental para não deixar os músculos sujeitos a espasmos indesejáveis.


Como prevenir: essa é fácil: beba água! O indicado é que você beba no mínimo 2 litros de água por dia. Além de evitar cãibras, você também mantém a saúde e o organismo em dia. Ótimo, né?


Falta de sais minerais: potássio, cálcio e magnésio. Esses são alguns dos nutrientes que não podem faltar na sua dieta, principalmente no inverno, para a prevenção das cãibras. Além da má alimentação, outro motivo para a carência desses sais é a ingestão de diuréticos, utilizados por pessoas hipertensas, e que ocasionam a perda de potássio no organismo.


Como prevenir: aqui a dica é apostar em uma dieta rica e balanceada, incluindo frutas e verduras em todas as suas refeições. Esses alimentos são ricos em vitaminas e sais minerais, importantes para manter o bom funcionamento dos músculos e também do restante do seu organismo.

 

Alimentação no inverno

Como na época mais fria do ano as cãibras são mais recorrentes, também é essencial redobrar a atenção em relação à alimentação durante o inverno. Alimentos ricos nos sais mineiras já citados, como potássio e magnésio, são as peças-chave para fugir das cãibras e manter o corpo funcionando, principalmente para a realização de exercícios físicos. Separamos, abaixo, uma lista de alimentos ricos em magnésio, cálcio e potássio para você incluir na sua alimentação e fugir de vez das cãibras.

 

Ricos em potássio: além da famosa banana, pode-se consumir mamão, tomate, aveia, feijões, granola, camarão, amendoim, ostras e arroz integral;

Ricos em cálcio: invista em leite e derivados e vegetais verde-escuros, como a couve e o brócolis;

Ricos em magnésio: para evitar as cãibras, consuma tâmaras, ameixas secas, figo seco e castanha-do-pará.

 

Agora que você está preparado para evitar as cãibras no inverno, clique aqui, receba uma semana de aulas grátis e vem ser Performa!