São muitas as histórias notáveis de transformação na Performa. O que acontece na academia nunca fica só na academia. As pessoas descobrem que são mais fortes do que já imaginaram. E isso se transforma em mais entusiasmo pela vida.

Marcelo Machado, aluno da Performa há 5 anos, era como muitos são hoje. Sedentário, obeso, e nenhum pouco empolgado para mudar isso. Este ano ele ocorreu sua primeira maratona, 34 quilos mais magro.

Vale a pena ler a sua história, escrita nas próprias palavras de Marcelo:


"Meu contato com a academia começou há 5 anos. Era sedentário, pesava 110Kg - hoje peso 76 - e não sentia grande interesse em começar a me exercitar. Em 2013, um pouco contrariado, resolvi mudar de hábitos. Comecei com caminhadas leves e exercícios nos aparelhos de musculação. Mas logo senti que meu corpo pedia mais estímulos. Me identifiquei de imediato com a aula de bike RPM e com a corrida na esteira.

Quando comecei a correr mal conseguia manter mais de 30 segundos em uma velocidade média de passe base 8. Com o tempo, meu corpo foi ganhando resistência. Comecei a perceber as mudanças físicas. A medida em que ia emagrecendo a motivação aumentava. Nesse período a Performa tinha um grupo de corrida de rua. Logo comecei a treinar com eles em percursos curtos. Em pouco tempo aumentei a distância dos trajetos que inicialmente eram de 5 km para 10 km.

Já mais preparado, participei de algumas provas na cidade, com trajetos entre de 5 e 10 km. Gostava cada vez mais da prática. Algum tempo depois, o grupo de corrida da Performa estava planejando correr a TTT (corrida revezada no litoral gaúcho, com total de 82 Km). Montamos grupos de 8 pessoas.  Esse foi o marco para uma dedicação de maior seriedade ao esporte.

Após essa experiência participei da minha primeira prova de 21 km, a Meia Maratona Internacional de Porto Alegre, em 2017. Me firmei ainda mais na corrida, confirmando meu gosto pelo esporte. Percebi que queria treinar para correr longas distâncias.

A partir disso comecei a me preparar para correr minha primeira maratona. Com a meta de correr uma maratona completa, procurei aprimorar meu preparo físico, intensificando o treinamento muscular. Obtive todo apoio da equipe da Performa. Aumentei as distâncias percorridas nos treinos e a frequência das corridas preparatórias durante a semana.

Muitas vezes acordava às 5 da manhã, fizesse chuva ou sol, calor ou frio, sempre me dedicava.  Ao fim, atingidos todos objetivos, tudo se tornava muito gratificante.

Minha primeira maratona (POA) foi incrível, realmente especial. Mais de 10 mil pessoas correndo com o objetivo de completar a prova. Na largada, um mar gente, todos muito empolgados. Foi uma experiência motivadora. Conclui a prova em 4 horas e 4 minutos.

A corrida em sí é um esporte muito bom, porém não se trata apenas de pôr um tênis e sair correndo. Por isso aconselho àqueles que querem começar a praticar esse esporte a procurar uma boa equipe profissional, pois corrida, musculação e alimentação têm de andar juntas. Sem orientação nesse sentindo, nas três esferas, a probabilidade de lesão é grande.

Para dezembro já tenho outro objetivo: correr os 48 km da Summer 48K, a beira mar. Em janeiro de 2019 também pretendo correr a TTT em dupla, um total de 84 km – dividido em 2. Esse é um breve relato da minha história de superação pessoal no esporte. Minha vida é muito melhor e mais feliz desde que abandonei o sedentarismo".


Que tal mudar você também?